Fósseis de Dinossauro

Fósseis de Dinossauro

 
Você está aqui: Criação >> Fósseis de Dinossauro

Fósseis de Dinossauro: Algumas definições
O termo "Fósseis de dinossauro" vem de três palavras em latim: Deinos, que significa "grande"; Sauros, que significa "lagarto", e Fossilis, que significa "desenterrado". Portanto, fóssil de dinossauro literalmente significa "lagarto grande que foi desenterrado". O anatomista britânico Sir Richard Owen (1804-1892) criou a palavra "dinossauro" em 1841.

Fósseis de Dinossauro: Descobertas primitivas
Um caçador de fósseis e eclesiástico britânico, William Buckland (1784-1856), descobriu o primeiro resto de fóssil de dinossauro dos nossos tempos modernos. Em 1819, Buckland descobriu o Megalosaurus Bucklandii (Lagarto Gigante de Buckland) na Inglaterra, que recebeu o seu nome em 1824. Antes disso, o reverendo Plot tinha encontrado um osso fêmur enorme em 1676 na Inglaterra. Acreditava-se que pertencia a um gigante. R. Brookes publicou um relatório sobre o descobrimento de Plot em 1763. Autoridades sugerem que pode realmente ter pertencido a um dinossauro. No entanto, com a descoberta de restos de esqueleto humano gigantes variando de 2.5 a 4 metros de altura ao redor do mundo nos últimos cem anos, muitos acreditam que o fêmur encontrado por Plot tenha pertencido a um ser humano muito alto. Em 1838, William Parker Foulke encontrou o primeiro (quase) completo resto de fóssil de dinossauro em Nova Jersey, E.U.A.. Desde a descoberta original de Buckland em 1819, cerca de 330 gêneros diferentes de dinossauros têm sido descobertos até agora.

Fósseis de Dinossauro: Rocha Sedimentar
Fósseis de dinossauros, como acontece com outros fósseis, são encontrados por todas as camadas sedimentares da terra. Até à data, cerca de 95,0% de restos fósseis de toda a terra são invertebrados marinhos, 4,74% são plantas, 0,25% são invertebrados terrestres (incluindo insetos) e 0,0125% são vertebrados. Dos vertebrados, a maioria são peixes. Além disso, 95% de todos os vertebrados terrestres encontrados são constituídos por menos de um osso. No entanto, bilhões de fósseis têm sido encontrados. Um número tão alto quanto 1.200 esqueletos de dinossauros têm sido descobertos até agora. Rocha sedimentar (arenito, siltito, folhelho, calcário, etc) é basicamente estabelecida pelo movimento da água, camada por camada, em um processo conhecido como classificação hidrológica. Animais cujos restos fósseis são encontrados devem ter sido capturados nesta água corrente para terem sido enterrados e preservados. Os restos seriam classificados pela densidade, assim como as rochas foram. Se não tivesse sido enterrada, a carcaça apodreceria ou seria eliminada. Restos fósseis de moluscos (encontrados na posição fechada, o que indica que foram enterrados vivos) têm sido encontrados no topo do Monte Everest. Camadas sedimentares e restos fósseis parecem ser um testemunho de um cataclismo marinho passado. Existem cerca de 300 lendas sobreviventes de um Dilúvio transmitidas por civilizações antigas. Algumas sugerem o Dilúvio de Noé.

Fósseis de Dinossauro: Idade dos Dinossauros
Muitas pessoas já acharam que fósseis de dinossauros tinham milhões de anos. Esta idade foi baseada na coluna geológica. A coluna geológica data os fósseis pelas rochas em que são encontrados, e data as rochas pelos fósseis que contêm. Críticos insistem que isso é um raciocínio circular. "O leigo inteligente já há muito suspeitava de um raciocínio circular no uso de rochas para datar fósseis e de fósseis para datar rochas" (JE O'Rourke, "American Journal of Science", 1976, 276:51). Além disso, a coluna geológica assume a uniformidade, mas ela tem sido refutada por características geológicas como fósseis de várias camadas, fósseis fora de lugar, camadas em falta e camadas fora do lugar (como as camadas em ordem inversa, ou camadas "antigas" encontradas várias camadas acima das camadas "modernas"). Mais recentemente, os defensores da "Terra Antiga" se utilizam da datação radiométrica para provar que os dinossauros são antigos. Embora não possam datar os próprios restos de dinossauros, eles podem datar as rochas enterradas perto dos restos dos dinossauro. Isso não é aceito por muitas autoridades como sendo válido, já que datação radiométrica é baseada em suposições controversas consideradas erradas por muitos estudiosos, como indicado pela pesquisa empírica. Acredita-se que dinossauros têm milhões de anos. Muitos agora propõem que esses animais morreram nos últimos tempos e são responsáveis pela miríade de mitos sobre dragão. Esta passou a ser uma teoria popular com as descobertas das pedras de Ica, as faixas de Glenn Rose (conhecida como a “Capital dos Dinossauros” de Texas), etc. Além disso, os restos humanos foram encontrados enterrados com restos de dinossauros em mais de uma ocasião. Pode ser que o homem caçou os dinossauros à extinção.

Escave mais agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Perspectivas Científicas de Enxergar o Mundo

Datação radiométrica
Homem de Piltdown
Idade da Terra
Idade da Terra
História do Dragão
Extinção dos Dinossauros
Fósseis de Dinossauro
Conteúdo adicional ...

Perspectivas Filosóficas de Enxergar o Mundo
O que a Bíblia declara ser verdade?
Teísmo
Fundadores dos Sistemas de Crenças
Religiões Mundiais
Descubra a verdade
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Fósseis de Dinossauro to My Google!
Add Fósseis de Dinossauro to My Yahoo!
XML Feed: Fósseis de Dinossauro
Criação Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutCreation.org, Todos os direitos reservados.