Livro de Gênesis

Livro de Gênesis

 - Nascimento de uma Nação
Você está aqui: Criação >> Livro de Gênesis 5
(Leia Livro de Gênesis Parte 1 Primeiro)

Livro de Gênesis – A Tabela das Nações
A dispersão da humanidade descrita no livro de Gênesis deu origem a diferenças culturais e físicas entre os grupos de pessoas. Certas distinções físicas prevaleceram por serem exigidas pelas condições ambientais. As características físicas predominantes tornaram-se associadas com os grupos de línguas distintos e "raças" foram formadas. Na verdade, só existe uma raça - a raça humana. "Raças" representam meramente recombinações de genes pré-existentes (com pequenas mutações degeneradas).

O capítulo 10 do Livro do Gênesis é geralmente conhecido como a "Tabela das Nações". Ele registra 70 nações descendentes de Noé através de seus três filhos, como dividido em Babel. 26 nações representam os descendentes de Sem, 30 nações representam os descendentes de Cam e 14 nações representam os descendentes de Jafé.

Livro de Gênesis – A Nação Judaica
O livro de Gênesis registra o nascimento de Israel, a Nação escolhida por Deus para trazer o Seu Filho, Jesus Cristo, para o mundo. A nação de Israel começou com um homem e o seu chamado a abandonar sua terra natal e seguir a Deus. Este homem era Abrão (mais tarde renomeado por Deus a "Abraão", o qual significa “pai de uma multidão”). No livro de Hebreus, lemos: "Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber aonde ia. Pela fé, peregrinou na terra da promessa como em terra alheia, habitando em tendas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa..." (Hebreus 11:8-9)

Deus prometeu a Abraão um filho com sua esposa estéril Sarai (mais tarde renomeada por Deus a "Sara", que significa "princesa"), apesar dela já estar muito além da idade de ter filhos. Deus cumpriu sua promessa e Sara deu à luz a "Isaque" (que significa "riso", porque Sara riu da ideia de que ela teria um filho em uma idade tão avançada). Deus prometeu a Abraão que através de Isaque ele seria o pai de uma grande nação ... Logo depois, no entanto, Deus ordenou o sacrifício de Isaque! "Agora aconteceu, depois destas coisas que Deus provou Abraão, e disse-lhe:" Abraão! " E ele disse: 'Aqui estou eu. "Então, Ele disse: " Depois dessas coisas, pôs Deus Abraão à prova e lhe disse: Abraão! Este lhe respondeu: Eis-me aqui! Acrescentou Deus: Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei" (Gênesis 22:1-2). Abraão obedeceu a Deus, ainda confiando que Deus iria cumprir Sua promessa anterior de que através de Isaque, Abraão seria o pai de uma grande nação. No livro de Hebreus, lemos: "Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque; estava mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas, a quem se tinha dito: Em Isaque será chamada a tua descendência; porque considerou que Deus era poderoso até para ressuscitá-lo dentre os mortos, de onde também, figuradamente, o recobrou" (Hebreus 11:17-19). Isto levou fé incrível! E apesar de Abraão ser um pecador (como todos os outros), a sua fé "foi imputada a Abraão para justiça" (Romanos 4:9). Deus considerou Abraão justo apenas por acreditar em suas promessas. "Pois que diz a Escritura? Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça" (Romanos 4:3).

Pela fé, Abraão "estendendo a mão, tomou o cutelo para imolar o filho. Mas do céu lhe bradou o Anjo do SENHOR: Abraão! Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui! Então, lhe disse: Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho" (Gênesis 22:10-12). Por causa da obediência de Abraão, e por não deixar de entregar nenhuma área de sua vida a Deus, até mesmo o seu filho amado, Deus fez uma promessa a Abraão, dizendo: "Jurei, por mim mesmo, diz o SENHOR, porquanto fizeste isso e não me negaste o teu único filho, que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como a areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos, nela serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz" (Gênesis 22:16-18).

Como resultado, Abraão gerou Isaque, Isaque gerou Jacó, a quem Deus mais tarde passou a chamar de "Israel", que significa "aquele que luta com Deus". Jacó gerou doze filhos que se tornaram as doze tribos de Israel. Isaque, Jacó, os doze filhos de Jacó e todos os seus descendentes foram pecadores assim como o resto de nós. A Bíblia registra atos bons e maus destes homens. No entanto, Deus foi fiel à sua promessa. Através de Abraão e da nação judaica, Deus trouxe Seu Filho amado ao mundo para pagar pelos pecados de toda a humanidade.

Leia Livro de Gênesis Page 6 Agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Related Articles
Discipulado

O Inferno Existe
Definição do Pecado
O Cordeiro de Deus
Cura pela Fé
A Santa Ceia
O que é Pecado
Batismo no Espírito Santo
Teísmo Aberto
Uma Vez Salvo, Sempre Salvo
Conteúdo adicional ...

Adoração
Comunhão
Ministério
Evangelismo
 
 
Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Cresça com Deus
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
Pesquisar
 
Add Livro de Gênesis to My Google!
Add Livro de Gênesis to My Yahoo!
XML Feed: Livro de Gênesis
Criação Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutCreation.org, Todos os direitos reservados.