Livro de Gênesis

Livro de Gênesis

 - Evangelho Oculto
Você está aqui: Criação >> Livro de Gênesis 6
(Leia Livro de Gênesis Parte 1 Primeiro)

Livro de Gênesis – O Evangelho de Jesus Cristo
O livro de Gênesis anuncia a vinda do Messias que morreria pelos pecados do mundo. Na narrativa encontrada em Gênesis 22, quando Abraão oferece Isaque, Abraão fez duas declarações proféticas: "Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro..." (Gênesis 22:8) e "No monte do SENHOR se proverá" (Gênesis 22:14). Ao comandar Abraão a oferecer o seu amado filho Isaque, Deus não estava endossando o sacrifício de crianças entre os homens. Ao contrário, Ele estava prenunciando o sacrifício de Seu Filho pela humanidade! "Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados" (1 João 4:9-10).

O capítulo 22 do livro de Gênesis é um tipo clássico no Antigo Testamento. A semelhança é a seguinte: a partir do momento em que Deus ordenou a Abraão que oferecesse Isaque, Isaque estava morto na mente de Abraão. A partir do momento em que Deus deu a instrução a Abraão, Abraão não ia desobedecer a Deus (Hebreus 11:19). A viagem ao Monte Moriá durou três dias. Assim, pelo menos na mente de Abraão, Isaque estava morto por três dias (Gênesis 22:2-5). Jesus Cristo ficou na sepultura por três dias: "Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras" (1 Coríntios 15:3-4).

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). A palavra grega "monogenes" é traduzida como "unigênito". Isso não significa realmente "nascer". Significa "único", "só", "único do seu tipo". Somos chamados "filhos de Deus" (João 1:12, Romanos 8:14) e os anjos são chamados de "filhos de Deus" (Jó 1:6, 2:1, 38:7), mas Jesus Cristo é o único ( "unigênito" - monogenes) Filho de Deus.

Deus ordenou que Abraão oferecesse o seu filho "unigênito" (Gênesis 22:2, Hebreus 11:17). Abraão realmente tinha mais sete filhos: Ismael (filho de Agar), e Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suá por Quetura (depois que Sara morreu). Mas Isaque era o filho da promessa - o filho unigênito de Sara. Assim, Isaque era o único ("unigênito" - monogenes) filho de Abraão (Hebreus 11:17).

Abraão é um tipo do Pai. Isaque é um tipo de Jesus Cristo sendo oferecido pelo Pai. Abraão sabia que estava profetizando ao dizer: "E pôs Abraão por nome àquele lugar-O SENHOR Proverá. Daí dizer-se até ao dia de hoje: No monte do SENHOR se proverá" (Gênesis 22:14). Ele também profetizou: "Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro..." (Gênesis 22:8). 2.000 anos depois, Deus ofereceu seu Filho, Jesus Cristo, o "Cordeiro de Deus" (João 1:29,36) nessa mesma montanha.

Leia mais agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Related Articles
Discipulado

Dez Mandamentos
Morte e Céu
A Trindade
Cruzadas
Nenhum Suporte
É o batismo necessário para a salvação?
Maturidade Espiritual
A Santa Ceia
Livro de João
Conteúdo adicional ...

Adoração
Comunhão
Ministério
Evangelismo
 
 
Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Cresça com Deus
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
Pesquisar
 
Add Livro de Gênesis to My Google!
Add Livro de Gênesis to My Yahoo!
XML Feed: Livro de Gênesis
Criação Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutCreation.org, Todos os direitos reservados.