Livro de Gênesis

Livro de Gênesis

 - O Começo
Você está aqui: Criação >> Livro de Gênesis

Livro de Gênesis – No princípio…
O livro de Gênesis é o "Livro dos Começos" na Bíblia. Gênesis, do grego "Origins", relata a Criação de todas as coisas em seis dias literais de 24 horas, a Queda da humanidade e a Maldição, o subsequente Cataclismo marinho global (Dilúvio de Noé), a dispersão em Babel e, finalmente, o nascimento da nação judaica. Juntos, esses eventos cobrem aproximadamente 2.370 anos da história terrena. O Livro de Gênesis é dividido em duas seções principais: (i) Os capítulos 1-11 abrangem da Criação até a Dispersão e (ii) os capítulos 12-50 abrangem o nascimento de Israel, da chamada de Abrão (Abraão) até a morte e enterro de seu bisneto José, no Egito.

Livro de Gênesis – O impacto da Ciência Geológica Moderna
Até o início do século 19, o livro de Gênesis era geralmente considerado um relato preciso da história do mundo, incluindo a recente Criação de todas as coisas por um Deus criador pessoal, transcendente, onipotente, onisciente, onipresente. Esta foi a cosmovisão sustentada por muitos dos fundadores das nossas disciplinas científicas modernas.

No entanto, houve uma mudança de paradigma no início do século 19 com o nascimento do "Uniformitarismo" e com a popularização da teoria evolucionista na forma de evolução darwiniana. A mudança começou com a publicação do livro de Sir Charles Lyell chamado de Princípios de Geologia em 1830. Neste trabalho clássico, Lyell defendia o Uniformitarismo, uma teoria primeiramente apresentada por James Hutton no final do século 18. O Uniformitarismo se posiciona em grande contraste com o "Catastrofismo" bíblico encontrado na narrativa do Dilúvio de Gênesis, causando dúvidas sobre a veracidade da Bíblia como um todo. Além disso, o Uniformitarismo defende a teoria de uma "Terra Antiga", ao contrário da narrativa bíblica de “Terra Jovem”encontrada no livro de Gênesis. Lyell alegou que a sua intenção era de "libertar a ciência de Moisés". Ele certamente alcançou seu objetivo. Lyell liderou com sucesso uma revolução no pensamento geológico, do Catastrofismo tradicional ao Uniformitarismo de Hutton.

Não foi até o final do século 20 que o Uniformitarismo foi finalmente foi refutado por características geológicas observadas, tais como: fósseis com vários estratos, camadas geológicas que estavam fora do lugar ou em falta, ausência de erosão entre as camadas, a deficiência de bioturbação, planos de estratificação inalterados, a extensão limitada de inconformidades, deformação de sedimentos moles, características bem preservadas da superfície entre as camadas, etc. Embora o Catastrofismo tenha sido comprovado pelo peso das evidências científicas recentes (incluindo os fósseis marinhos encontrados em abundância em cima de cada cadeia montanhosa do mundo), muitos geólogos se apegam tenazmente ao paradigma uniformitarista. E assim, tragicamente, o Uniformitarismo - com a sua alegada “Coluna Geológica” que é baseada na suposição de uniformidade - ainda é ensinado como fato nas escolas públicas e meios de comunicação em geral nos dias de hoje.

Livro de Gênesis – O impacto da Ciência Biológica Moderna
A credibilidade do Livro de Gênesis foi afetada não apenas pelas teorias geológicas de Lyell, mas seu livro indiretamente influenciou o pensamento biológico moderno também. Princípios de Geologia (1830) teve um impacto profundo em um jovem naturalista britânico chamado Charles Darwin. Darwin foi inspirado pela Coluna Geológica de Lyell e passou a concordar com as pressuposições por ele apresentadas. Esta inspiração muito influenciou a observação aguda de Darwin sobre as variações dentro de espécies distintas de plantas e animais. Darwin extrapolou essas variações ao longo do tempo e produziu sua obra clássica intitulada A Origem das Espécies, em 1859. Em seu livro, Darwin expõe a ideia de que cada espécie evoluiu de ancestrais comuns. Estes antepassados comuns evoluíram a partir de uma sequência de ancestrais comuns, com a origem de todos os antepassados sendo um só organismo unicelular inicial que espontaneamente surgiu naturalmente de matéria inorgânica. Assim, Darwin argumentou, a ideia de um Deus Criador era obsoleta.

Leia Livro de Gênesis Page 2 Agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Related Articles
Discipulado

Morte e Céu
Livro de João
Maturidade Espiritual
História de Lúcifer
Uma Vez Salvo, Sempre Salvo
Responsabilidade Cristã
O que é Pecado
Dez Mandamentos
Jesus tudo pagou (Hino)
Conteúdo adicional ...

Adoração
Comunhão
Ministério
Evangelismo
 
 
Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Cresça com Deus
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
Pesquisar
 
Add Livro de Gênesis to My Google!
Add Livro de Gênesis to My Yahoo!
XML Feed: Livro de Gênesis
Criação Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutCreation.org, Todos os direitos reservados.